E-mail:   Senha:

 

Esqueceu sua senha?

Home Quem Somos Caminhadas Fotos Informativos Dicas Links Contato

Informativos

 
Resenha Tirol a Biriricas

 Por : Antônio Falcão

Resenha de Tirol  Biriricas

Nossa última caminhada, realizada no dia 10 de junho foi entre as localidades de Tirol (Santa Leopoldina) e Biriricas (Domingos Martins). Foi mais um caminho sugerido por nosso companheiro de muitos passos, Rogério Terra, que acertou na mosca e nos brindou com um domingo de gala.

 Saímos de Vitória a bordo de quatro  Vans  que somados a Família Gueller e o Rogério terra formamos um contingente de 50 andarilhos

Com uma turma desse porte, o café da manhã em Cariacica foi um pouco mais demorado, mas sem comprometer muito

A viagem foi tranquila, apesar do difícil acesso pelas estradas tortuosas e de muita subida até o Tirol. A animação no encontro era o prenúncio de um domingo alegre e descontraído.

A seção de fotos foi uma farra total e fechou por completo a estrada, mas a alegria de todos contaminou os motoristas que se viram momentaneamente impedidos de seguir seu caminho e levaram a retenção na brincadeira.

 O caminho é bastante agradável e seletivo, pois num trecho de 18 quilômetros encontramos todos os tipos de terreno, que vão do plano, passando por subidas mais fortes e descidas.

As condições climáticas foram extremamente favoráveis, com dia de sol, com azul do céu  valorizado pela  total ausência de nuvens, temperatura agradável, brisa suave, que somadas a  vegetação nas margens do caminho, foram fatores determinantes para que os andarilhos ficassem mais descontraídos.

O único senão é que este trecho, num dia de domingo tem um razoável tráfego de veículos, porém sem perturbar muito a calma e a nossa segurança..

O caminho mescla propriedades rurais com fragmentos de mata nativa, córregos com pouquíssima água e com extensas áreas de pastagem, percorridos sem maiores dificuldades até o primeiro  pondo de apoio aos 5 km. Neste ponto se integraram ao grupo a Família Gueller com a animação de sempre, representando bem a Fernanda ausente em função de compromissos profissionais.

O trecho a seguir possui também muitos eucaliptais, lavouras de hortaliças e vários cafezais em flor, cujo aroma atrai as abelhas cachorro que incomodaram alguns andarilhos. O segundo ponto de apoio teve um rival  de peso, pois foi montado em frente a uma venda cujos produtos tradicionais ali comercializados atraíram muitos andarilhos.

A partir daí entramos na terceira e última etapa do caminho, sendo a passagem pela Vila Boqueirão do Tomás. O lugar tem como atração os antigos  casarões suspensos e a bela e bem cuidada Igreja Santo Arnaldo Janssen, além  de trechos mais longos de matas, que arrancaram elogios de todos. É também muito acidentado pois temos uma alternância de subidas e descidas até o terceiro e último ponto de apoio.

O caminho até a Pousada Olhos D água, nosso destino final tem a particularidade de ser em forte declive que de forma abrupta se torna uma longa subida para atestar a capacidade física do pessoal ao final dos 18 Km.

O local foi uma ótima escolha, pois possui uma grande  área de lazer com piscinas, sauna, campo de futebol, cachoeira adequada para banho e um espaço com plantas ornamentais, além da ótima comida servida,

Após o almoço, o grande acontecimento do fim de semana, foi a comemoração dos aniversários do Sr Adélio Brunoro, andarilhos desde os primórdios do grupo e de Rogério Terra, nosso anfitrião do dia. Foi emocionante celebrar com “Seu Adélio” mais um ano de vida conosco.

Comemorações como esta, em pleno domingo de caminhada, são a nossa maior recompensa, já que promovem  a integração de  pessoas  que buscam  momentos de descontração para driblar as atribulações do dia a dia.

Para encerrar, quero deixar os agradecimentos a todos que de uma forma ou de outra fizeram o caminho acontecer: Ao Rogério por sugerir o caminho, a Josi, Neide e Márcia Falco pelo trabalho de marcação, a turma do Abre Alas Neide, Penha e Neuza que mandaram muito bem. Ah sim, a  Ciomara debutou com classe na função de Limpa Trilhas

Aos demais,  todos deixo aqui meu abraço fraterno, esperando revê-los no próximo dia 21 no caminho entre Pedra Azul e Cachoeira da Candelária em Cristo Rei..

 

 

 
 
< Voltar
 
 

Copyright - Todos os direitos reservados - www.andarilhos.org