E-mail:   Senha:

 

Esqueceu sua senha?

Home Quem Somos Caminhadas Fotos Informativos Dicas Links Contato

Informativos

 
Resenha de Moxuara 2016

 RESENHA SUBIDA AO MOXUARA 2016

 Por: |Antônio Falcão

O Moxuara e o  Mestre Álvaro são montanhas que se destacam na Grande Vitória, visitadas com regularidade pelo nosso grupo.

 No último dia 06 de novembro, renovamos a boa energia proporcionada por mais uma ascensão ao topo do Moxuara.

 Esta bela montanha tem  724m de altitude, sendo a segunda maior montanha da  grande Vitória, pois o Mestre tem 843 metros

 

O nome de batismo do monte foi dado pelos índios que habitaram a região e tem como significado “Pedra Imã”. Porém existe uma outra versão para o nome, que deriva de Monchoir , lenço branco em francês, já que estes, ao chegarem a baía de Vitória tiveram a primeira visão de uma forte neblina que encobria quase toda montanha.

 O Moxuara é cercado de lendas, mas de concreto é ser objeto de  desejo que todos que apreciam um bom trekking e utilizam a via como forma de capacitação para investirem em outras montanhas

 A subida deste ano foi das mais tranqüilas, porém com previsão de chuva, fizemos o trekking com um dos olhos no chão e outro no céu, carregado de nuvens escuras e ameaçadoras.

 E assim, 19 andarilhos acordaram cedo, fizeram uma parada rápida para o café da manhã e no horário previsto se posicionaram no ponto de partida para ouvir as instruções de nosso guia Adilson, fazer um aquecimento, tiras a foto oficial para finalmente dar a largada para um domingo emocionante.

  O caminho começa com uma subida forte até o Projeto Vale Moxuara, onde existe um trabalho de recuperação de dependentes químicos e tem hoje o apoio de instituições variadas e do poder público.

 A passagem ali foi rápida, apenas uma parada para foto com a grande montanha ao fundo.

 A  porção inicial da trilha é bem aberta e com poucos obstáculos. Sendo transposta por todos sem a menor dificuldade.

 A trilha segue em constante zigue zague até o primeiro mirante, de onde se avista o Mestre Álvaro. Visão muito bonita, apesar do dia nublado. A parada no mirante foi de contemplação, descanso e para um lanche rápido, pois a partir deste ponto o grau de dificuldade aumenta bastante.

 A trilha se torna mais estreita e surgem novos obstáculos, tais como pedras e raízes, que naturalmente diminui o ritmo da caminhada.com elevação considerável do grau de dificuldade. E numa grande fila indiana se chega a um grande paredão rochoso, intransponível a primeira vista.

Para vencer este trecho, utilizamos cordas ancoradas em grampos cravados na rocha. Para quem subiu a primeira vez, momentos de natural insegurança, vencidos com apoio e solidariedade dos mais experientes. Com esta ajuda  subida pela corda foi superada com determinação e muita animação.

 Vencido este obstáculo, temos um trecho mais aberto, porém com pontos difíceis de serem transpostos, mas com uma exuberante vista para a cidade de Cariacica.

 Percorre se então mais trecho de trilha aberta até se deparar com outro paredão de pura rocha. Como no primeiro, para vence -lo é necessário o auxílio de corda. Os andarilhos, já “experientes” fizeram a transposição de forma animada e divertida, obviamente preocupando-se com a segurança.

 Um pouco mais de subida, e com um vento ameaçador sol escaldante, chega-se a uma grande pedra suspensa da qual se tem a melhor visão do alto do Moxuara.  Apesar do belo visual, a maioria de deslocou um pouco para cima em direção ao cume, apenas para ter o prazer da conquista, pois não se tem uma boa vista, prejudicada pela vegetação.

O vento se tornou mais forte e com alguns pingos de chuva, o que nos fez tomar a decisão de descer imediatamente, já que rocha molhada se torna extremamente escorregadia.

 Foi uma descida, rápida e bem organizada, pois a pressa não pode jamais se sobrepor a segurança. E a chuva que deu os primeiros sinais não veio e já em baixo, enquanto aguardávamos o transporte, o assunto mais comentado era a beleza da trilha e a facilidade com que foi vencida graças ao incentivo, solidariedade e alegria que foram a marca registrada deste grupo.

  Agradecemos a todos pela amável companhia,  que fez de um domingo nublado um dia inesquecível.

 Esperamos que possam estar conosco novamente no próximo domingo, dia 20 de novembro na caminhada Aventura em Matilde.

 Grande abraço

 

 

 

 
 
< Voltar
 
 

Copyright - Todos os direitos reservados - www.andarilhos.org