E-mail:   Senha:

 

Esqueceu sua senha?

Home Quem Somos Caminhadas Fotos Informativos Dicas Links Contato

Informativos

 
Resenha Recanto dos Pssaros

  

RESENHA RECANTO DOS PÁSSAROS

Por : Antônio Falcão

 O caminho Recantos dos Pássaros, percorrido por nós  dia 19 de fevereiro, mesclou desafio, alto astral e bom humor.

Foi um evento não programado, pois nesta data faríamos a trilha do Picuã, adiada na última hora pelo guia e proprietário do terreno.

Como este caminho já estava demarcado, enviamos mensagem aos  inscritos, sendo que 25 aceitaram a mudança.  Apesar de ser um trecho de 22 km quase plano, exige muito esforço físico para ser percorrido, pois é praticamente descampado, tendo como atrativo as paisagens no entorno. Numa escala de grau de dificuldade, apesar de critérios bem subjetivos, pode ser considerado como “grau de dificuldade baixo”.

Cientes deste critério, o  contingente de bravos andarilhos se deslocou para Aracruz  nos horários pré estabelecidos, apesar do fim do horário de verão. Com uma parada técnica para um rápido café da manhã em João Neiva, as 8:00 hs estávamos no ponto de encontro, numa estrada vicinal que parte da rodovia que liga a BR 101 a fábrica da Fibria

 Cumprido o divertido ritual de aquecimento preleção e fotos, sem esquecer as boas vindas a única novata , hora de colocar os pés para a difícil tarefa de conduzir o corpo pelos 22 km de sol com  pouca sombra.

 A porção inicial do caminho, é marcada pela abundância de cafezais e pastos, mesclada por aglomerados de eucaliptos. Esta paisagem não muda até o primeiro ponto de apoio, numa generosa sombra na fazenda Floragem. Conforme combinado, o grupo caminhava em bloco, mantendo a formação ao deixar este ponto de apoio.

Com pequenas variações,  temos uma plantação de eucaliptos e cafezais, passando pelo Bar do Bigode, que não atraiu ninguém, muito menos a Igreja localizada um pouco a frente

Um dos destaques deste trecho é um belo túnel de seringueiras que proporciona boa sombra, muito oportuna numa caminhada sob sol, que mesmo se escondendo sobre nuvens, não dava trégua ao calor.

A partir do segundo apoio, montado mais uma vez sob uma bela sombra, o caminho fica mais interessante com a profusão dos seringais e pequenas lagoas. Destaque para a passagem por um grande acampamento de “sem terra” decadente, e com muitos barracos abandonados, fruto da falta dos generosos recursos do governo federal que financiava estas ocupações.

Passado o acampamento, um longo trecho sombreado por eucaliptos termina no terceiro e último ponto de apoio.

Com o grupo caminhando bem próximo, partimos para a fase final do caminho, com vastos seringais, fazendas e visão da Lagoa Pissara,  que quebra a monotonia da paisagem predominante até aqui.

A estradinha agora acompanha o contorno da Lagoa do Aguiar e nos  conduz ao Recanto dos Pássaros, as margens da lagoa.

O Recanto é um local com ótima estrutura para receber grupos, pois possui uma área de lazer com mesas espalhadas pela sombra e um atracadouro de barcos numa praia de areia branca. Nem precisa citar que a praia foi logo invadida por andarilhos que buscaram  as águas frias e límpidas da lagoa para um banho refrescante.

O resto do dia foi utilizado para a confraternização com lanche partilhado num clima de total descontração.

  Para terminar, gostaria de compartilhar com vocês a minha alegria de estar   na  companhia de pessoas  que ignoraram  os rigores do clima, caminhando com alegria , prazer e dedicação.

Espero que possamos estar juntos novamente dia 05 de março no sensacional trecho de praia entre Barra do Sahy  e Santa Cruz, terminando com um passeio de escuna.

Grande abraço a todos

 

 

 
 
< Voltar
 
 

Copyright - Todos os direitos reservados - www.andarilhos.org