E-mail:   Senha:

 

Esqueceu sua senha?

Home Quem Somos Caminhadas Fotos Informativos Dicas Links Contato

Informativos

 
Resenha de Taquarussu a guas de Pinon

 

RESENHA DE TAQUARUSSU A ÁGUAS DE PINON 2018

 Por : Antônio Falcão

 O caminho entre  Taquarussu em Vargem Alta até a Cachoeira Águas de Pinon em Alfredo Chaves é o típico roteiro que agrada os andarilhos. São 21 Km de estradas vicinais com muita sombra, paisagens bucólicas, cachoeiras, relevo de subidas e descidas curtas  e pouco movimento de veículos. A atração maior está no encerramento na Pousada que abriga a cachoeira que batiza este caminho.

 O interesse pelo caminho ficou evidente com o rápido preenchimento das vagas, que para nossa alegria, com vários novatos.

A semana que antecedeu o evento foi de clima típico de verão, com dias de muito sol e calor. Porém a previsão do tempo apontava chuvas fortes para o fim de semana, chegando a cravar apocalípticos 130 mm de chuva para a região. E no sábado, a previsão parecia correta, pois  ocorreram fortes chuvas durante o dia. Em função disto, gerou se uma grande apreensão  nos novatos, comprovada pela intensa troca de mensagens entre a organização e os participantes.

Nossa regra é cancelar um evento em condições climáticas adversas somente quando há comprometimento da segurança. E  mesmo com previsão de chuva, o o caminho foi mantido.

 O dia amanheceu com tempo fechado, mas sem chuva, que só deu as caras na forma de garoa em alguns pontos da longa viagem ate a distante Taquarussu.

Com um pequeno atraso, o grupo desembarcou no ponto de encontro e logo se reuniu em plena rua para ouvir a preleção com as tão necessárias orientações sobre segurança na trilha e informações gerais. Ao término da  seção de fotos e saudações aos novatos o grupo de 45 andarilhos partiu animado atrás dos abre alas, responsáveis pela marcação do caminho.

O início do caminho é numa subida longa fazendo com que a cada passo possamos vislumbrar os vales com as culturas de hortaliças e café, com muitos fragmentos da Mata Atlântica.

A cada bifurcação uma seta branca de farinha, colocada pelo Abre Alas  era a garantia  de estar na direção certa, mesmo que caminhando sozinho.

 A chuva prevista não dava sinais de que viria, atestada pela presença esporádica do sol, que aparecia entre nuvens e irradiava um intenso calor, em vários trechos amenizado pela sombra das árvores e pelo vento.

Nossos pontos de apoio a cada 5 Km se tornaram um porto seguro aos andarilhos para descanso, beber uma água fresca e saborear as frutas e doces colocados sobre a mesa,.

O caminho se torna ainda mais agradável ao acompanhar os inúmeros cursos d´agua   A cada quilômetro percorrido, ,o que se ouve é o som das águas  e a discreta algazarra dos pássaros ocultos pela densa vegetação.

 E assim vamos apreciando as corredeiras até a longa descida até São Roque das Maravilhas. Do alto podemos ver em primeiro plano os grandes e verdejantes cafezais entremeados com plantações de bananas. E lá em baixo as belíssimas casas construídas nas margens encachoeiradas do rio. Em São Roque, mais um ponto de apoio nas margens sombreadas do rio. 

Para encerrar um caminho tão belo, nada melhor que sair da estradinha principal e descer por uma trilha até a Cachoeira Darós, um verdadeiro Templo de água. De lá até Pinon, é necessário atravessar o rio por uma estreita e rústica pinguela de madeira e subir uma íngrene, escura e úmida trilha para dar um toque final num caminho tão bonito.

Na pousada , foi servido um delicioso almoço, e em seguida, o aguardado mergulho nas águas frias da cachoeira. 

 A comemoração dos  aniversários de Luciene, Penha Fontana, Josi e Christiana encerrou oficialmente um domingo memorável, onde faltou chuva e sobraram  animação e bom humor.

Não posso fechar este relato sem agradecer a todos pela amável companhia e que neste dia emprestaram seu alto astral, desprendimento e companheirismo que contribuíram para o sucesso deste evento.

 Aos novatos, reiteramos nossas boas vindas além do agradecimento pela amável companhia, deixamos as portas abertas para que se integrem de vez a numerosa Família Andarilhos.

 Esperamos   contar com a companhia de todos no dia 15  de abril , na caminhada a Cachoeira do Zeca.. 

 

Grande abraço.

 

 

 
 
< Voltar
 
 

Copyright - Todos os direitos reservados - www.andarilhos.org