E-mail:   Senha:

 

Esqueceu sua senha?

Home Quem Somos Caminhadas Fotos Informativos Dicas Links Contato

Informativos

 
RESENHA NOVA ALMEIDA A MANGUINHOS

 

RESENHA DE NOVA ALMEIDA A MANGUINHOS 2019

Por : ANTÔNIO FALCÃO

A abertura oficial da temporada de caminhadas  do Grupo Andarilhos é dedicada a exploração do litoral norte de ES com o  “Projeto Pegadas na Areia” feita em três etapas.

Nova Almeida a Manguinhos é o primeiro trecho e tem como atrativos  o belíssimo visual de praias  desertas com  águas claras, falésias, formações de corais, areias finas, vegetação de restinga, e praias de mar agitado superlotadas de banhistas. Ou  seja, em apenas 18 km, temos  grande variedade de cenários que fazem a alegria do caminhante.

Os vinte  e cinco andarilhos que aceitaram o desfio de apreciar esta beleza sob o forte sol de verão, se reuniu na Praça dos Pescadores pontualmente no horário marcado, e como sempre o café da manhã na padaria foi dedicado a conversas descontraídas.

Após o café a reunião para os avisos de praxe, saudações  aos novatos e informações uteis sobre o roteiro. A sessão de fotos foi o último ato antes da tão aguarda partida às  7 45 horas aproveitando a janela de maré baixa.

O início do caminho se dá com a travessia sob a ponte do Rio Reis Magos, e por uma calçada e decks de madeira,  alcançar as areias e abrir de fato a temporada com as pegadas na areia.

E na porção inicial passamos pelas belíssimas falésias que tem na base densas formações de corais de cor negra, formando um belo contraste com o azul do céu, o verde do mar e o avermelhado dos paredões.

Passado o trecho de falésias, temos uma vegetação de restinga e com um grande pasto, local que apelidamos de “Fazendinha”.

Neste local, podemos sair da areia e caminhar no pasto gramado de uma propriedade, e assim evitar andar na faixa de areia que devido a forte inclinação, provoca  um grande desconforto ao andarilho. O primeiro ponto de apoio foi montado na porção final da Fazendinha,

 Costa Bela é a próxima atração sendo uma longa e estreita faixa de areia quase deserta. Além dos corais, o que mais chama a atenção neste trecho são as castanheiras, e sua árdua batalha contra a maré, e que mesmo arrancadas pela fúria das águas, resistem.

A  próxima praia é Capuba, já na entrada de Jacaraípe. É uma praia  com mar agitado e ondas fortes. Por estas características é muito apreciada pelos praticantes do surf. Porém o fato marcante deste ponto são as algas de um verde intenso que recobrem as pedras amontoadas para contenção da maré que se assemelham a uma longa cabeleira muito bem penteada.

A seguir temos a  praia do Solemar, a principal de Jacaraípe, que foi percorrida pela areia ao invés de seguir pelo calçadão como em anos anteriores. No início da praia mais um ponto de apoio.

Mesmo lotada de banhistas, a areia firme e úmida estava bem mais confortável, e a maré baixa nos permitiu caminhar sem perturbar os frequentadores.

Ao final da praia fizemos uma pausa na “Praça Encontro da Águas”, na foz do Rio Jacaraípe para juntar o grupo e  atravessar a bela ponte metálica,  uma das atrações do caminho.

Logo após a ponte, cerca de 1Km fizemos um desvio , para a ES 010 em fila indiana afim de evitar a travessia da foz  córrego Larica, transformado num rio de esgoto in natura, situação que já perdura há anos e  prova da total indiferença das autoridades com a saúde da população.

A volta as areias se deu  um pouco antes da famosa Curva da Baleia, portal de acesso a Manguinhos e local de mais um ponto de apoio

Manguinhos é uma praia longa e de  águas calmas, ambiente bucólico e acolhedor. Porém no verão a agitação  e o grupo seguiu pelo calçadão até Restaurante Chico Bento, casa apropriada para receber um grupo grande com espaço reservado

 O ambiente a nós destinado , nos fundos da propriedade foi muito apreciado, pois por não ter contato direto com os demais clientes garantiu a privacidade, dando um toque bem intimista, como uma animada reunião de família.

Nossos estadia no Chico Bento encerrou mais um domingo de descontração, resistência e superação nestes 18 Km de  areia, sol e muita emoção.

Obrigado a todos pela amável companhia. Espero revê-los nos dias 10 de fevereiro no Caminho Fazenda Imperial entre Marechal Floriano e Domingos Martins, cujas inscrições já estão abertas.

 Grande abraço

 

 

 

 
 
< Voltar
 
 

Copyright - Todos os direitos reservados - www.andarilhos.org